Banner Super Topo (728x90) Géssica
COVID-19

Quarentena: Como manter a saúde mental bem?

Estão sendo dias difíceis, não tem como negar, não estávamos preparados para que em 2020 o mundo sofresse de uma pandemia

Géssica Granado

Géssica GranadoSinta-se bem-vindo(a) a esse espaço de escuta e cuidado, sou Géssica Granado, psicóloga clínica, atendo casos de ansiedade, estresse, depressão e problemas de relacionamentos.

02/06/2020 20h06
Por: Géssica Granado
Fonte: Géssica Granado
52
Foto: Blog / gessicagranado.com.br
Foto: Blog / gessicagranado.com.br
Isolamento social? Está sendo a realidade não só do nosso país e sim do mundo. Para lidar com essa situação é muito importante cuidar da sua saúde mental.
 
Somos seres humanos e por mais que tentemos ser forte a maior parte do tempo em nossas vidas, somos frágeis.
Muito antes desse vírus que não podemos vê-lo, o Brasil já era o país mais ansioso do mundo, e agora? Como ficar bem?
 
A pergunta que não quer calar, como manter a saúde mental bem nesse isolamento social? 
 
O que eu posso lhe dizer é “Nenhuma TEMPESTADE dura para SEMPRE”.
 
O que nós podemos fazer é buscar amenizar os sintomas da ansiedade, medo, pânico e tentar viver da maneira mais saudável possível até isso passar, refletindo sobre todos os aprendizados que podemos ter através dessa triste realidade que estamos vivendo.
 

Preparei algumas dicas para te ajudar a controlar a ansiedade e medo nessa quarentena:

 

1. Evite muitas informações sobre o COVID-19. 

Busque informação uma ou no máximo duas vezes ao dia, em fontes confiáveis, excesso de informação gera ansiedade.
 

2. Pratique atividades físicas em casa.

Não fique parado, é muito importante manter as atividades.
 

3. Estabeleça uma rotina. 

Estabeleça um horário para acordar. Ao acordar coloque uma roupa confortável, não fique o dia inteiro de pijama, crie uma ambiente agradável para realizar suas atividades. É muito bom você manter sua alimentação saudável e regular.  
 

4. Utilize o tempo que têm para se aproximar das pessoas por meio da tecnologia. 

A era da tecnologia em que vivemos pode nos ajudar nesse momento de isolamento social. Ligue para os seus avôs que estão sozinhos em casa. Faça uma ligação por Skype ou Whatsapp com um amigo (a) que não vê há muito tempo.
Marque uma chamada de vídeo com sua mãe, pai, irmão (ã).
 

5. Na quarentena, faça terapia online.

Muitos pacientes e psicólogos já estão migrando as sessões de terapia do consultório presencial para o online. Esta é uma medida recomendada para evitar o contágio do coronavírus e, ao mesmo tempo, cuidar da sua saúde mental.
 
Caso você já faça terapia, não deixe de realizar as sessões por conta do isolamento. Converse com o seu psicólogo sobre a possibilidade da prática ser realizada online.
 
A terapia é essencial para diferentes momentos da nossa vida, agora não poderia ser diferente. O profissional psicólogo vai te ajudar a lidar com a ansiedade e medo excessivos, por isso não evite pedir ajudar a um psicólogo.
 

Você não está sozinho

 
Por mais que o isolamento social afete a sua saúde mental e te faça se sentir sozinho (a), abandonado (a), pense que este é um momento delicado pelo qual todos nós precisamos passar juntos.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.